Reunião entre mulheres de PMs e governo do ES termina sem acordo

Desde o início do movimento que impede a saída de policiais dos batalhões, 113 mortes foram registradas no estado

Fonte:Noticias ao minuto O encontro entre familiares do Secretários do governo do Espírito Santo e familiares de policiais militares terminou sem acordo e o movimento que impede a saída de agentes dos batalhões será mantido. A reunião começou por volta das 14h30 desta quinta-feira (9). De acordo com a Folha de S. Paulo, o secretário de Direitos Humanos, Júlio Pompeu, afirmou que a proposta apresentada pelo governo é válida até as 6h desta sexta-feira (10). Pompeu declarou que caso o acordo não seja firmado até o horário, medidas serão tomadas, sem especificar quais. "Seguiremos os trâmites de instauração da lei e da ordem. Qual será o procedimento cada momento vai dizer, e essa decisão cabe às Forças de Segurança do Estado", declarou. Por volta de 1h10, aproximadamente 20 mulheres saíram de mãos dadas do Palácio Fonte Nova, em Vitória, cantando o hino nacional. Entre elas, havia uma criança. "A última proposta do governo foi falando que não tinha como dar aumento e que chegou ao limite da negociação", disse Fernanda, porta-voz do grupo. Desde o início dos protestos da PM até esta quinta-feira (9), houve o registro de 113 mortes no estado, segundo o sindicato. De acordo com o G1, a onda de violência acumulou ao comércio um prejuízo de R$ 180 milhões.

No Banner to display

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*