ACIA convoca coletiva para pedir apoio e apresentar projetos do Natal Iluminado 2017

Foto: Henrique Neto:
Legenda - estiveram presentes além de Marize Teixeira que deu suporte aos profissionais de imprensa. Otávio Uchiyama Presidente, Sérgio Aparecido Ruella Tesoureiro, Tânia Regina Ferreira da Silva 1° secretaria, os Conselheiros Ideval Bernardoni, e Wagner Ruella.

A Promoção de Natal é uma campanha transparente, documentos, orçamentos e balanços estão à disposição de qualquer pessoa. E que o interesse coletivo prevalece sobre o interesse particular. Na tarde dessa quarta-feira (01), A ACIA (Associação Comercial e Industrial de Andradina) convocou a imprensa local para uma coletiva, onde foram apresentados os planos e objetivos da nova diretoria, empossada em janeiro desse ano. O natal iluminado foi destaque, mas projetos de parcerias com a Prefeitura também foram apresentados. O presidente Otávio Uchiyama, reafirmou o compromisso da nova diretoria da Associação Comercial e Industrial de Andradina, com o associado e agradeceu a presença da imprensa e dos diretores da entidade. Uchiyama, afirmou que a coletiva teve como objetivo, pedir apoio dos veículos de consumições e dos comerciantes locais, nas propostas da entidade,  e destacou a importância do comercio andradinense, que na sua concepção é,  e será uma das principais fontes geradoras de empregos e renda no município. Reafirmando ainda, que a Associação nada mais é,  do que a representatividade desses comerciantes. Pregando a união de todos para que a Associação continue existindo. Otávio detalhou a promoção de natal, que segundo ele resgatou a alto estima do comercio. Destacou  ainda, o “bairrismo”,  no que diz respeito às compras no comercio local, onde fica o recurso da população de Andradina. Conforme o presidente, A promoção natal premiado 2017 terá a seguinte premiação: 5° Premio Uma geladeira 4° Premio uma TV de LED 3° Premio Ar condicionado 2º uma moto zero km E no primeiro premio o carro novinho. Haverá shows com artistas locais e muita alegria. Falando das propostas que a ACIA tem para desenvolver em parceria com a prefeitura de Andradina, esta O PROE Estágios, é um agente de integração entre estudante, empresa e instituição de ensino, que aplica o disposto na Lei 11.788, de 2008, para a contratação de estagiários por empresas público-privadas e profissionais liberais. De acordo com a lei, este tipo de contratação obedece a especificidades trabalhistas e fiscais. PROE Estágios possibilita a complementação acadêmica, contribuindo decisivamente para a qualificação do futuro profissional e para a revelação de novos talentos. PROE Estágios poderá esta ligado  Associação Comercial e Industrial do município ao qual é conveniado. E A ACIA atende as exigências para gerenciar o projeto e poderá obter a verba que hoje e destinada à empresa de outro município e que ajudaria no fortalecimento da ACIA.   Outra proposta, muito importante para ser desenvolvida pela entidade em parceria com a prefeitura, será o “Cartão Educação”. Funcionaria com uma verba especificada pela administração e seria gerenciada pela ACIA com participação de comerciantes locais. E além de trazer renda para o comercio, elevaria a alto estima do aluno que teria condições de escolher material de sua preferencia, ao invés dos atuais “indesejáveis” e de baixa qualidade, como afirmam os alunos da rede municipal de educação. Otávio disse ainda que precisa do apoio da impressa e dos comerciantes para que as autoridades municipais aceitem a realização do natal iluminado, pois a ACIA sozinha não terá como implantar a decoração e iluminação da cidade finalizou. Perguntado se ainda da tempo para realizar o natal iluminado, Otávio disse que sim, basta a prefeitura aceitar e enviar recursos. Ai Andradina voltara a ser o shopping da alta noroeste. Entrevistado pela nossa reportagem, além de reafirmar o compromisso que decidiu fazer para mudar a historia do comercio andradinense, Otávio Uchiyama deixou um recado bem claro: Chegou a hora de os políticos que almejam destaque na próxima eleição se mexer para ajudar o comercio que ficou acuado por longos anos, por conta do descaso com o comercio local.    

No Banner to display

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*